Receitas de para acompanhar vinho tinto seco

Risoto de filé mignon com vinho tinto

Risoto de filé mignon com vinho tinto

Para combinar com um bom vinho, nada melhor que um risoto. Com o tempo, os chefs descobriram que essa iguaria pode dar um toque bem especial nas receitas, principalmente naquelas típicas de Inverno, já que é uma bebida quente e propícia para a ocasião
23 0
Língua ao Vinho Tinto

Língua ao Vinho Tinto

– 2 xícaras (chá) de vinho tinto seco (500 ml). 1 – Em uma panela de pressão coloque 1 língua suja, água temperada com 1 colher (chá) de sal e 3 folhas de louro o suficiente para cobrir a língua e leve para cozinhar por 30 minutos após pegar pressão. Acrescente 1 ½ xícara (chá) de tomate sem pele e sem sementes picadinho, mexa e junte 2 xícaras (chá) de vinho tinto seco e deixe o álcool evaporar (cerca de 1 minuto). 3 – Volte com a língua para a panela, acrescente 1 colher (chá) de sal, pimenta-do-reino moída a gosto, 4 xícaras (chá) de água, tampe a panela e deixe cozinhar por 1 hora após pegar pressão. 4 – Fatie a língua já fria, volte com ela para a panela com o molho e deixe cozinhar em fogo baixo até o molho encorpar (10 minutos)
5 0
MÚSCULO AO MOLHO DE VINHO TINTO

MÚSCULO AO MOLHO DE VINHO TINTO

Para a marinada. Para a finalização. 400 ml de vinho tinto. Em torno de 45 minutos antes de finalizar o cozimento, retire a carne, passe os ingredientes da marinada por uma peneira, para que o molho fique liso, e retorne-o à panela. Se quiser quebrar um pouco o gosto do vinho, que deve ter evaporado suficientemente com o cozimento, acrescente ao molho 250 ml de molho de tomate já pronto, deixando que ferva com o músculo nos últimos 45 minutos do cozimento. 400 ml de vinho tinto
4 0